domingo, 24 de abril de 2011

O melhor de todos os retiros

Poxoréu, MT. Acampamento Rio dos Crentes. Retiro de Jovens. 21 a 24 de abril de 2011. Segundo o missionário Paulo César Moraes, que coordenou o evento, “esse foi o melhor de todos os retiros”.
Quando ainda estávamos discutindo a sua realização, vários irmãos levantaram as dificuldades para se realizar um retiro em um intervalo bem próximo do outro. Nós tivemos um retiro em março, durante o carnaval. Mas, na ocasião, foram lembradas as razões que nos levaram a decidir sobre a realização de retiros para os jovens. Ou seja, nós não podemos simplesmente fazer cobranças de nossos jovens. Devemos fazer algo por eles.
Ao final desse Retiro tivemos a alegria de dizer aos 31 jovens presentes que nós tivemos o maior prazer de servi-los nesses dias, de estar com eles dando-lhes o nosso melhor, conforme a permissão de Deus.
Na ocasião, eu me lembrei do que Deus dizia a Abraão quando foi para destruir Sodoma e Gomorra. E Abraão intercedida junto a Deus pelos justos que lá havia. Dizia ele: e se houver 50 justos lá? Deus respondia: Não destruirei pelos 50. E ele foi diminuindo: pelos quarenta, pelos trinta, pelos vinte, pelos dez... E o Senhor sempre lhe dizia que não destruiria a cidade por causa de tais. Mas o problema é que ali não havia esses justos para salvar a cidade.
Onde houve dois ou três reunidos em nome de Jesus, Ele está no meio. Ele está junto. Ainda que houvesse apenas dois jovens, nós poderíamos fazer o Retiro e ele seria de grande proveito. Disse aos jovens que, na condição de professor, já dei muitas aulas para apenas três alunos, porque os outros foram embora e não quiseram assistir a última aula. E que permaneci até as 10 e vinte da noite, esforçando para dar a melhor de todas as aulas para aqueles que ficaram.
Os estudos ministrados nesse Retiro de Jovens em Poxoréu, 2011, foram de uma qualidade incomparável. Nossos professores se esmeraram em oferecer aos jovens o seu melhor, conforme a permissão do Espírito. Os temas possuem praticabilidade. Não são simples teorias ou elucubrações. São pesquisas sérias, repletas de exemplos para que o jovem possa seguir com confiança, sabendo por onde está colocando os seus pés e as suas vidas.
Agradecemos aos adultos que apoiaram esse Retiro. Obrigado às irmãs Joneide, Márcia, Elizabeti, Mathilde e Marinalva, que se revesaram na cozinha, preparando uma comida deliciosa e de qualidade para todos nós. Obrigado ao diácono Jair, ao João Rita, ao irmão José Carlos, aos jovens Diego e Daniel (que tocaram para nós). Obrigado aos jovens que dirigiram as reuniões e atividades. Obrigado aos professores Honório, Ivon, Paulo Moraes, Ademar Soares, Ivon e Victor Hugo Matos Leite. Obrigado por todos os demais. Que o mesmo Deus que supriu todas as nossas necessidades nesse Retiro de 2011, continue abençoando e dirigindo a vida de todos nós em benefício de Sua Obra. Que servir ao Senhor com alegria seja o propósito de nossas vidas. Vocês serão sempre lembrados por nós como pessoas muito especiais para a obra neotestamentária.
Até outra oportunidade. Deus esteja com todos.

5 comentários:

MatVicente disse...

Melhor Retiro ke teve!
Se Deus Quiser,Ano que vem eu volto! ^^

Ivon Silva disse...

Como é bom ter um escritor, que traduz em palavras escrita uma realização, como foi esse retiro de jovens. Parabéns aos participantes, aos professores, aos cooperadores de serviços e a Deus o nosso arquiteto e supridor de todas as coisas.
Realmente foi muito bom.
Só perderam quem não foi

naira_digicon disse...

Que arrependimento pro não ter ido tbm nesse retiro, mas fico muito feliz em saber dessa maravilhosa benção derramada pelo nosso Deus nos que ali estiveram.

Naira M Souza
Neo Testamentaria de Cuiabá

Fernando disse...

Queríamos ter ido. Mariana me cobrou até no dia que iniciou. Mas não foi possível, contudo, se Deus quiser, estaremos no proxímo (em setembro?), eu, Mari e o Davi. Fiquem na Paz do Senhor e que Ele nos Abençoe sempre.
Fernando, Mariana e Davi - GOIANIA/GO

Prof. Izaias Resplandes disse...

"As minhas mãos eu quero levantar!
E em louvor, adorar!"
O Senhor sabe que sentimos muito não termos aqui um grande número de irmãos. Mas não somos incompreensíveis. Entendemos perfeitamente o problema. Oremos e nos coloquemos em ação para que não haja falta de nada nas próximas oportunidades. Queridos, eu tenho aprendido muito com os problemas que enfrentamos no passado recente e temos conseguido estar mais preparados para as contingências. Esses dias escrevi um artigo com o título "Escolas demais e gênios de menos". Quando a gente quer tudo, a gente acaba naõ tendo qualidade em nada. O Estado quer dar escola para todo mundo. É uma utopia sem sentido. Se todos fôssemos doutores, quem seriam os zeladores. Doutor Zelador? Acho que só nos Retiros. Na vida quotidiana, haveria poucos. Se os investimentos fossem canalizados para os mais aptos, esses trariam mais benefícios para os demais do que esse mundão de gente, que às vezes só atrapalha.
Nessa linha, tenho entendido que precisamos ir mais devagar, fazendo cada coisa bem feita primeiro, antes de querer fazer outras, senão tudo fica mal-feito.
Uma coisa de cada vez. Prosseguindo sempre. Esquecendo as coisas que para trás ficam. Avançando. Orando. Fazendo. Orando. Fazendo. Fazendo. Orando. Fazendo. Fazendo. Fazendo. Fazendo. Me mostre a tua fé sem obras, sem o FAZENDO e eu te mostrarei a minha fé no meu FAZENDO. Se não estiver claro é só falar. Aqui é um bom lugar para nós falarmos das nossas ações pós orações. Abraços fraternos.