segunda-feira, 4 de abril de 2011

ISA² já está em casa

Arquivo: Foto do missionário Isaías (à esq.) com o irmão Émerson Pinto (da Neo Santa Laura, Cuiabá).


Graças a Deus, nosso irmão Isaias da Silva Almeida já está em casa desde ontem à tarde, conforme o comentário de nosso irmão Zigomar no post anterior (Orações pelo Missionário Isaias) e está se recuperando rápido graças às orações dos irmãos.

E o missionário Zigomar faz um questionamento muito interessante: "porque será que governos de vários páíses injetaram milhões e milhões para comprar a vacina para combater o H1N1 (gripe suína) e nunca sequer inventaram uma vacina contra a dengue?! Sendo que morrem muito mais pessoas ano após ano!".

E essa é uma pergunta que precisa nos incomodar. É claro que o Brasil não vai resolver os problemas do mundo, mas precisa se esforçar pelo menos para resolver os problemas do Brasil. Nosso país gastou mais de um bilhão de reais no Haiti (em 2008/2009), querendo se aparecer como mediador dos dramas enfrentados por aquele país, fazendo uma cortina de fumaça sobre os dramas do povo brasileiro que vive na miséria, dependendo de sistemas precários de educação, segurança e saúde.

Quem viu o Globo Repórter de 01/04/2011 deve ter ficado indignado com as omissões do Poder Público no Sistema de Saúde. Médicos que não cumprem horários e ganham dobrado ou até triplicado em relação aos outros servidores. Uma atendente disse: "nós, que somos das hierarquias mais baixas, temos que trabalhar 40 horas semanais. Agora, eles... [os médicos]..." Eles podem chegar atrasado, eles podem faltar. E está tudo bem... É claro que não está.

Quanto será que as grandes potências estão gastando na chacina dos líbios? Outro dia ouvi o Presidente dos Estados Unidos dizer que se fosse por ele, os rebeldes já estariam armados para enfrentar as forças de Muammar Kadafi. Ou seja, por ele, os EUA já estariam distribuindo as armas para aumentar a matança. Fala-se em reestabelecer a democracia. Mas, onde está a democracia no Iraque arrasado? No "Afeganistão Democrático" impera o domínio da Al-Quaeda e do Talibã - grupos rebeldes armados pelos EUA. É essa a democracia que "os grandes" querem para a Líbia? Ora, ora, ora...

Em 2001, o ano do ataque às torres gêmeas pela Al-Quaeda de Ozama Bin Laden (armada pelos EUA anos antes para que lutassem contra os russos e os expulsassem do Afeganistão), o mundo consumiu 839 bilhões de dólares em gastos militares. E em 2007, esses gastos chegaram a 1,339 tilhão de dólares. Esses números são tão grandes que fica até difícil de dimensioná-los. E quanto se gastou no combate ao mosquito da dengue? Comparado a esses números, certamente alguns centavos.

Não podemos ignorar essas coisas. Nós apoiamos isso. Nós gostamos de ficar do lado dos mais fortes. Mas, meu Deus! Quem precisa de médico não são os sãos. Quem precisa de ajuda não são os fortes. Então, se queremos tomar partido, nós que somos pequenos, que somos fracos, que somos povo, vamos tomar o partido do povo e fazer alguma coisa por esse povo. Ao votar, vote pelo povo, ao reivindicar, reivindique pelo povo, ao defender, defenda o povo.

E vamos por aí afora.

4 comentários:

Zigomar disse...

Izaías, de acordo!
Realmente se vê claramente que há intresses econômicos. Eu tomei essa vacina H1N1 e passei muito mal. Perguntei ao médico o que ele achava da vacina que me provocou um grande problema pulmonar e ele respondeu que é uma vacina de que se não tem informações, não sabem exatamente a orígem, nem sequer sabem a fórmula, não tem pesquisas convincentes e é muito duvidosa! Mas a dengue está matando muita gente e dando grandes prejuízos aos cofres públicos, todos os anos, contudo, não tem vacina para combatê-la! Mas o Brasil tem dinheiro para emprestar para o FMI e acha isso o máximo! Mas e o povo Brasileiro?
Abraços!

Victor Hugo disse...

Dengue tipo 4 chega ao Brasil. http://agoramt.com.br/2011/noticias/sub/14/23778/tipo-4-da-dengue-chega-a-sp-e-infecta-moradora-do-interior.

Deacordo com a fonte do Ir Izaias, que não havia registro da infecção tipo 4.

Prof. Izaias Resplandes disse...

Pois é, Victor. A coisa só está piorando. E os recursos para a pesquisa. As Universidades necessitam de recursos para desenvolver suas pesquisas, mas esses são sempre limitados. E as Dengues vão aumentando os tipos: 1 - 2 - 3 - 4... Aonde isso vai parar? Ninguém sabe!

Josiane disse...

Ir. Izaias, infelizmente ainda ha pessoas que vendem seu voto ou trocam por qualquer favor ou algumas migalhas, sem pensar no coletivo, no bem comum. No final sofremos com a falta de investimento na saude, educacao e etc.O dinheiro publico, que e nosso se esvai como areia em nossas maos, vemos nossos impostos sendo gastos de maneira leviana enquanto suamos a camisa para conseguir pagar as contas no final do mes com o salario minimo super desvalorizado. Apesar dessas situacoes devemos estar sempre atentos, conhecer e reivindicar nossos direitos de cidadaos.

Boa materia, e saude para irmaos Isaias, estavamos orando por ele aqui em Parintins, abracos na familia.