domingo, 6 de novembro de 2016

Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus!

Maria José Santos
Sl 142:1-7
 Um Salmo de Davi sobre a sua experiência na caverna; uma oração: "Com a minha voz clamei ao SENHOR, com a minha voz ao SENHOR supliquei. Derramei a minha queixa perante a sua face; expus-lhe a minha angústia". (Vs;1-2) . Esta mensagem deixa claro que por mais que o ser humano se julgue independente, ele será sempre necessitado de Deus.
Davi já tinha dado provas de sua força e coragem. Ele tinha consigo um grupo de soldados leais, disposto a defendê-lo, porém tinha o exército de Saul decidido a matá-lo. Ele fugiu e refugiou-se numa caverna. Ali orou, entregou a Deus todas as suas angústias, e Deus o recompensou. Com isso Davi nos dá a grande lição de como superar as grandes angústias. 
Davi teve a sua vida exposta a grandes perigos, é por isso que com toda a sua experiência, ele usa os seguintes termos: "Com a minha voz clamei..." "Com a minha voz supliquei..." "Derramei perante ele a minha queixa..."A sua face expus-lhe a minha angústia..." Ele se sentiu inquieto na sua angústia, por isso disse: "Olhei para a minha direita e vi; mas não havia quem me conhecesse; refúgio me faltou; ninguém cuidou da minha alma". (V 4). 
Davi tinha uma boa razão para sentir-se desse modo, por isso orou a Deus. "Atende ao meu clamor, porque estou muito abatido..." (v 6) Precisamos confiar que Deus se importa conosco profundamente. O Senhor está atento às necessidades daqueles que clamam pelo seu nome. É certo que nos ouvirá, e com isso, temos a certeza de que Deus é nosso refúgio e fortaleza. (Sl 46:1). A seguir nos (vs 2-3), o Salmista diz que ainda que o mundo venha a ser abalado, não precisamos temer, ele expressou sua calma confiança na habilidade e na capacidade de Deus para salvar. (Bíblia comentada).
A soberania de Deus é grandiosa! Triunfal! A palavra de Deus é clara. Deus é o nosso refúgio! Ele não é apenas um abrigo temporário; é o nosso refúgio eterno e pode dar-nos força em qualquer circunstância. "Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus..." (Sl 46:10). Conhecer a Deus envolve experimentar momentos de espera silenciosa e quietude.
Passar por momentos de angústia, tristeza e dor, é algo comum a todos gênero humano. Mas há uma diferença entre os que temem a Deus e o buscam de todo o coração e àqueles que sequer buscam conhecer a Deus. É certo que quem o busca o achará. É o que nos diz o profeta Isaías: "Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto". (Is 55:6). E quem o invoca será ouvido e atendido. Jesus disse: "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque aquele que pede recebe; e o que busca encontra; e, ao que bate, se abre, Mt 7:7-8.
Dessa forma, a palavra de Deus nos aponta que, há um refúgio e fortaleza, bem presente. Bem ao alcance de todos aqueles que temem e buscam a Deus, reconhecendo nele o nosso grandioso Salvador.
 

2 comentários:

Elias Vicente da Silva disse...

Otima reflexão

Ivon Pereira da Silva disse...

Esta série de estudos publicado pela nossa irmã Maria José, nos ensina coisas maravilhosas do nosso compromisso com Deus. Os exemplos utilizado fortalece e motiva a nossa caminhada com Deus. As lutas estão presente na vida de todos os grande homens de Deus, e não será diferente em nossas vidas.