sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Sede santos

Base bíblica: Ef. 4:25-32

Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois todos somos membros de um mesmo corpo. Quando vocês ficarem irados, não pequem". Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha, e não deem lugar ao diabo.O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade.Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem.Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo.”

O apóstolo Paulo chama a atenção nestes versículos sobre um assunto bastante relevante na nossa caminhada cristã. A santidade. Os que buscam nas sagradas Escrituras as regras de uma boa conduta, com certeza se manterão saudáveis, pois estarão andando na verdade.

Pedro não deixa dúvida quando nos adverte:  “...Sede santos, porque eu sou santo,       1 Pd. 1:16.  O padrão de santidade de Deus continua alto. Esse padrão divino, exige que a nossa vida seja baseada nos preceitos bíblicos, portanto devemos ser: obedientes, benignos,compassivos, perdoando-vos uns aos outros.

O verdadeiro padrão de santidade também está descrito em (Hebreus 12:14).  Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;
 É uma verdadeira vida de alegria, é o que nos diz: 1 Jo. 1:4. “Estas coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra”.   E o salmista nos confirma  em  Sl.16:11. “Far-me-ás ver a vereda da vida; na tua presença há fartura de alegrias; à tua mão direita há delícias perpetuamente.”  Portanto, fica muito claro que, sem santidade não há vida plena de satisfação e felicidade.

Jesus alertou os seus discípulos para que tivessem uma constante vigilância, dizendo: “ E olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia”,           Lc. 21:34.

E o  apóstolo Paulo realça esse cuidado,quando nos diz em Rm. 13:1. “Comportemo-nos com decência, como quem age à luz do dia, não em orgias e bebedeiras, não em imoralidade sexual e depravação, não em desavença e inveja”

Paulo ainda nos chama a atenção dizendo que : “Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra”, 2 Tm. 2:4.
Possivelmente a maior parte das derrotas na vida cristã tenha sido o resultado de negligência quanto ao trato com a santidade e com tudo o que Deus propõe em seus ensinamentos.


Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem.Lucas 21:36
Maria José Santos da Silva

Um comentário:

Noemi piris jara disse...

Que bom poder refleccionar realmente sobre estes versiculos da palabra de Deus!
Assim dia a dia aperfeicoando-nos, pondo na prática a vida de santidade!Que Deus nos ayude a morrer cada dia...assim ele possa ser glorificado em nossas vidas!