terça-feira, 19 de julho de 2011

"PÁTRIA DAS ÁGUAS"

Porto de Parintins
Chegada em Parintins; comissão de recepção e nossos hospedeiros.


Dentro da Lancha; no porto de Manaus; despedida.


Assim o poeta amazonense Thiago de Melo cognominou o Amazonas: "Pátria das Águas". Concordamos plenamente, o Amazonas é rico em águas. Saímos de Manaus às 7 horas da manhã navegando sobre as águas do Rio Negro (suas águas são realmente muito escuras). De repente nos deparamos com o Solimões e nos maravilhamos ante o "Encontro das águas". Um espetáculo ímpar, desse encontro surge o majestoso Rio Amazonas. A lancha é pequena e rápida, mas gastamos oito horas e meia de viagem até Parintins, um percurso de apenas 400 e poucos quilometros, isto porque estávamos descendo o rio. Nesse trajeto pequenas comunidades surgiam aqui e acolá nas zonas ribeirinhas. A maneira como algumas pessoas desembarcaram no caminho nos chamou a atenção. A lancha tão somente diminuiu a marcha e logo um barco menor (que eles chamam de "rabeta") se acercou e com muita agilidade os passageiros jogaram suas bagagens dentro do barco, saltaram para dentro e se foram. Em outro momento, de um barco grande que estava avariado, parado no meio do rio, uma senhora salta para a nossa lancha. A lancha tão somente diminuiu a velocidade. Coisas típicas de um povo acostumado com as águas da sua "Pátria das águas".

3 comentários:

Zigomar disse...

Que legal essa experiência que vocês estão vivendo e ao mesmo tempo levando novas experiências aos irmãos do Amazonas. A rapidez no embarque e desembarque nas lanchas me faz lembrar na rapidez dos embarques e desembarques dos trens do pantanal, nas estações! Nem parava, a gente é que tinha que pular e às vezes sair rolando no capim...
Deus abençôe vocês!

Jô_josely/sou de Cristo disse...

DEUS continua provando o seu AMOR para conosco...em nos mandar esses maravilhosos irmãos de tão longe para que nós pudéssemos conhece-los.Eu tive o privilegio de conhece-los,e digo:Todos são abençoados, simpáticos e maravilhosos,digo mais:Já estou sentido saudades!!!!não só eu mas a igreja toda aqui de manaus!!!Peço a DEUS que derrame chuvas de bençãos na vida desses amados.JOSELY!!!!

Rosangela Lins Almeida disse...

Boa lembranças Zigo e que ótimo paralelo.
Abraços.