terça-feira, 23 de agosto de 2016

Relatório Missionário do Amazonas

Tudo faço por causa do evangelho, com o fim de me tornar cooperador com ele. (1Co 9:23)


Amazonas; onde os líderes relataram os trabalhos materiais e espirituais da sua localidade, trocamos sugestões para o progresso do trabalho e tiramos algumas dúvidas sobre os costumes e doutrinas neotestamentários. Na oportunidade, falei a todos sobre o crescimento do trabalho Neotestamentário  no Amazonas e a necessidade de mais obreiros para o campo missionário. Atualmente são 16 trabalhos Neotestamentários no Amazonas. Portanto, obviamente, a  necessidade de atendimento missionário é maior  para mim, ainda tendo que estabelecer  a congregação local onde iniciamos o trabalho. Do início do nosso ministério aqui no Amazonas, começamos  a atender outros trabalhos já estabelecidos de ano em ano. Depois de um tempo tive que atender as igrejas de Manaus de um ano e meio a um ano e meio. Agora, para conciliar os atendimentos missionários, tive que mudar para dois anos o atendimento às zonas urbanas (Manaus e Parintins)e um ano para as zonas rurais. Alguns acharam que seria muito longo 2 anos; mas é o que está ao meu alcance, e se houver necessidade, estenderei para dois anos o atendimento também para as zonas rurais. No encerramento,domingo a noite, todas as igrejas neotestamentárias de Parintins e alguns irmãos das congregações rurais, estiveram reunidas para agradecer a Deus pelo bom andamento do encontro e pela comunhão fraternal que o Senhor nos proporcionou.
No dia 18 de julho retornei à Barreirinha, juntamente com os irmãos, Djalma e Ezequiel os quais me acompanharam para o encontro.







 
Nos dias que passamos lá, ministrei estudos sobre: Conservação (Ap 2:25), Tanatalogia (estudo sobre a morte), Homilética , momento para tirar dúvidas sobre questões eclesiásticas, doutinárias e sobre costumes congregacionais  e também uma reunião para tratarmos sobre contribuição financeira para as viagens missionárias que eu faço na região, após as reuniões comemoramos dois aniversários com direito a bolo e refrigerante; um dos quais era da Ana Maria (10) filha do Diácono Paulo e Ângela, os quais nos hospedaram na sua casa, com singular humanidade. Pela parte do dia fizemos visitas, ajudamos os irmãos na construção de uma casa de dois andares que estão construindo para alojamento e refeitório. No último dia por volta das 14:30h, uma irmã que estava para a roça, foi picada por uma cobra surucucu; o agente de saúde, irmão Elder, entrou em contato com a ambulancha em Parintins para vir buscá-la, mas a ambulancha só  tinha combustível para metade da viagem. Foi então, quando disponibilizei rapidamente, nossa lancha para transportá-la até metade da viagem, onde encontramos a ambulancha que conduziu- a  à Parintins, para o atendimento médico, que ocorreu com muito sucesso. Retornamos para a comunidade, chegando por volta das 17:00h, onde ainda aproveitamos para realizarmos o Batismo do irmão Raimundo Oliveira dos Santos (60). A cerimônia foi presidida pelo Presbítero local, José Barbosa e o ato batismal por mim. Foi um momento de muita alegria para todos nós.

No dia seguinte, navegamos para a congregação da comunidade do Oriente do Tracajá. Atualmente, o número de irmãos ali está bem reduzido. No primeiro dia que passamos ali, falei sobre a Fé Autêntica (Lc. 18:8), exortando aos poucos irmãos que estavam presentes a batalharem juntos pela fé evangélica. Ao chagarmos ali, notamos que o local de reunião estava bem pintado,tanto por fora, quanto por dentro, mas não tinha o nome da Igreja posto na frente do local, foi quando falei com o irmão Isaías Siqueira, líder do trabalho, para permitir que, Dário e eu fizéssemos o nome. Trabalhamos duas manhãs e com muita dificuldade por não haver andaime, concluímos o nome do local,com a ajuda do irmão Fábio, genro do líder local. Pela noite, sentei com os irmãos para ouví-los; eles falaram sobre suas dificuldades com o trabalho, tanto material, quanto espiritual. Na oportunidade, acertamos para realizarmos uma assembléia  geral extraordinária, no dia seguinte, para organizarmos a nova diretoria da congregação. Na qual foram eleitos os seguintes irmãos para comporem a diretoria, nos cargos assim qualificados: Isaías Siqueira Xavier (Presidente), Silas Siqueira Xavier (Vice-Presidente), irmã Elina para tesoureira e o irmão Delcides para Secretário. 

Na noite do ultimo dia realizamos uma reunião evangelística, mas não houve conversões.
 




Colhendo carvão para vender.
Crianças que receberam a Cristo.

Nessa viagem experimentei a graça abundante de Deus até na alimentação. Dizer teoricamente quanto Deus é bom é uma coisa, mas experimentar a bondade de Deus pessoalmente, é algo indescritível, humanamente falando.
Quinta-feira  pela manhã retornamos a Barreirinha enfrentando dificuldades com o funcionamento do motor de popa, no sistema de combustível, visto que nem todas as igrejas que contribuíam financeiramente para as minhas viagens, não puderam contribuir e, por esse motivo, não tive condições de trocar um filtro de combustível e fazer as reparações mecânicas necessária para as viagens. Deixamos de visitar a congregação de Monte Sinai do Trapiá e Andirá Mirim, por motivo financeiro.
Apesar das dificuldades com o motor e o combustível, voltamos muito alegres e contentes com todas as coisas que Deus nos proporcionou ao decorrer do tempo que passamos juntos com  nossos irmãos, edificando-os e sendo edificados.
Sou  grato para com todas as igrejas que, não deixaram de segurar a corda, irmãos individualmente, colaborando financeiramente para a realização desse trabalho. Certamente, Deus dará a paga.
No dia 23 de agosto foi realizado aqui em Barreirinha, o Batismo de 4 irmãos. A cerimônia ocorreu as margens do rio Paranã do Ramos, na comunidade Boca das Piranhas, onde nosso irmão Djalma reside. A cerimônia foi presidida pelo irmão Raimundo Souza Andrade e o ato, por  mim. Tivemos a presença dos irmãos da congregação do Andirá Mirim e familiares dos irmãos candidatos ao batismo. Após o momento solene, foi oferecido um delicioso lanche a todos. Após, seguimos viagem para a casa do irmão Raimundo onde recebemos um saboroso almoço oferecido pelo irmão Raimundo, o qual estava comemorando seu aniversário. As 16:00h retornamos à Barreirinha, sendo transportado pelo barco, Fazenda Ilha Bela, do irmão Raimundo.
 




Rodrigo Mereles da Silva(27), Raquel Silva de Assis (13), Kennyson Santos dos Santos (17) e Itelvina Mereles da Silva (42). Da esquerda para a direita.



Dia 30 de agosto a 7 de setembro estaremos visitando  a congregação de Urucurituba Novo. 
Portanto, pedimos vossas orações.
Cordialmente em Cristo,
Missionário, Joab Nogueira de Oliveira


5 comentários:

Ivon Pereira da Silva disse...

Amados irmãos, fico impressionado pela dedicação e coragem na árdua tarefa de fortalecimento e crescimento espiritual das igrejas locais. Deus abençoe todos vocês. Estou me preparando para que junto com o irmão Isaías e Rosângela estejamos visitando-os no mês de junho de 2017.

Zigomar disse...

Parabéns aos irmãos que tanto se emprenham em prol da obra do Senhor! Que Ele mesmo lhes supra em tudo para que continuem sempre com essa disposição e união para glória do Dele e crescimento de cada um dos irmãos!

Joab Nogueira De Oliveira disse...

Será um grande prazer para todos nós. Abraço

Joab Nogueira De Oliveira disse...

Grato meu amado irmão. Abraço!

Maria José disse...

Deus continue abençoando esse trabalho! "E o SENHOR te guiará continuamente..." Isaías 58:11